Menu

30 de nov de 2011

O charme que convém.

O capricorniano 
Como não observa-lo? Sendo que ao aparecer por aqui trouxe consigo todo um charme tão dele, que em diversas partes do zoodiaco, ainda não encontrei. E encontrar o que? Pra que? Eu já o encontrei e isso é o bastante. Aliás, tudo nele é o bastante. Ele é o bastante! E como se não bastasse ser o bastante ele ainda é, de leve, o que muitas querem. Tem como não querer? Aliás, talvez até tenha. Só ainda não descobri como. 
O orgulho é crucial, grande amigo, fiel e infalível. Pediu para que eu falasse sobre ele, como forma de caricia aos seus ouvidos vaidosos que gostam mais de sí mesmo do que de qualquer outra coisa. E como não gostar? É capricorniano.... E por isso, tem lá seu 'Q' de homem. É diferente e tal... 
Como é que ele faz? De que jeito que faz? Sabe, eu não sei. Nem você sabe, mas ele sabe. Só não conta. Que é pra estar surpreendendo assim, sempre. 
Se estiver passando, vai estar conquistando. E vai mostrar que não, olha só.... Como é modesto! E sabe, do contrário do que pensam, todos os notam por ser discreto. É como se estivesse pedindo só em pensamento: "Olhem pra mim, olhem pra cá... Eu estou aqui!"
Como não olhar?  Eu olho, olho mesmo. Vai admirar, vai querer, vai esperar pelo que é conquistado com esforço. E nem vem, sem essa de querer derrubar com ventanias de aventura a solidez que ele passou horas construindo. Ele te quer, mas primeiramente imagina o melhor pra você, algo bom que te acolha.
É esse charme que vem, Deus sabe lá de onde, que te deixa imobilizada.
Você aí, conquistou algum capricorniano hoje? Então, olha... Você conquistou tudo!


3 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...