Menu

3 de jan de 2012

Ele sim, gosta de mim.


Eu continuo sendo aquela velha apaixonada pelas coisas que me deixam na dúvida. Porém, a certeza constantemente vem rondando a minha vida, laceando meu coração. A partir do momento em que um único beijo me deu a certeza dos próximos que viriam. E como viriam. Viriam lentamente, rapidamente, inúmeras vezes. Em cima da cama, em baixo da cama. Ao abrir aporta, atrás da porta. Por fora da vida e agora sim, dentro dela. E do meu jeito sistemática, você consegue até arrancar qualidades. E abraça-las. 
Me apaixonei. Isso não é bonitinho?! Porque te surpreende essa minha maneira de não acreditar em nada. Embora agora eu esteja acreditando em tudo... Incluindo as horas iguais. Você estava, eu sei que estava, pensando em mim. E embora eu me sinta assombrada por casos passados, de pouquinho em pouquinho a gente vai desistindo mesmo. De pouquinho em pouquinho a gente desapega do muito de antes. E sabe... Eu acho mesmo que tem que ser você. O que a maioria das pessoas não sabem é que te encontrando eu fui pro céu e voltei só pra contar pra essas crianças, que elas me perderam para um anjo. E me perderem mesmo. 

E pela primeira vez em minha existência, eu não tive medo de sofrer. Olha, pra falar a verdade eu não tive medo de nada. E aí eu não exito, esbanjo mesmo: Mãe, ele não é lindo?! 
Enquanto você não nega charmes pra conquistar a velha e boa vizinhança da qual permanece de espiã em sua janela. Mas comprova, deixa claro e mesmo quem não te conheça, haveria de concordar: Você é tão meu. 
Que ignorando o destino, comprovamos que o amor só é bonito quando é uma coincidência. 
Podemos agora, até dançar de um jeito do qual nunca havíamos dançando antes. Porque estamos aqui pra isso, pelo menos eu estou: Na intenção de fazer o inusitado. 
E ainda há quem duvide. E a eles só tenho uma coisa a dizer: Calma, uma hora o amor chega de mãos dadas com a felicidade. 
E você pouco se importa com os quilos que ganhei nas festas de fim de ano. E isso só comprova: Você sim gosta de mim. Aliás, não se incomoda com nada... Estou com você, não é isso que conta?
Se isso é para sempre, eu não tenho certeza. Mas e daí? Eu sempre fui apaixonada pelas coisas que me deixam na dúvida mesmo. E isso te inclui. 
Aliás, tudo que me envolva, te inclui. Porque eu gosto de você... E você? Claro que sim, você gosta de mim.

2 comentários:

  1. Ele sim, gosta de mim mesmo.. Hahah, tem muito de mim aí.

    ResponderExcluir
  2. ''Que ignorando o destino, comprovamos que o amor só é bonito quando é uma coincidência. ''
    Lindo texto <333

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...