Menu

15 de jan de 2012

Quem segura a insegura?


Possui todas as características possíveis de insegurança. Desde achar não saber o que falar, até falar e se arrepender. Do meio que nunca deixou de existir, ela não se liberta.
Fácil de ser reconhecida, quando ao meio de uma reunião de amigos, puxa o namorado para perto quando uma bonita se aproxima. Ações constantes de ciumes e crises a tornam ridícula. Quem não acha ela ridícula? Tenta chamar atenção para si, como forma de certeza. Certeza de qualquer coisa que seja. Aliás, qual é a insegura que sente certeza de alguma coisa? Eu não sinto... 
E é assim mesmo, quando se vê perdida, se esconde. E não se acha, só é o que parece. Só parece que se acha, como forma de defesa. E por parecer insuportável de aturar, eu só quero te falar: Ela só é insegura.
Não é uma louca, tá? Não é. Só tem medo de perder. E toda mulher segura deve entender, porque também viveu nessa corda bamba um dia. A mesma que atravessa por ela hoje, chegará do outro lado, um dia também. De postura firme. Eu acredito nisso. Você não acredita?
Ela te agarra por medo de você saia correndo, e te enche o saco por medo de não poder te encher mais de beijos. Seria ruim, não seria?
E sente ciumes de suas amigas, por ter medo de se tornar só mais uma delas. Entende? Não sei porque raios é que a sociedade julga tanto. Uma mulher quando encurta as roupas, é por não ser segura o bastante para conseguir quaisquer coisas por atitudes. Isso é insegurança. Mas passa. Uma hora se acalenta sozinha, se cala, passa. Uma hora se afirma, se rodeia de espelhos imaginários e confia unicamente na imagem que se vê.
Se arrisca, e se abre os olhos quando a cena lhe assusta, como em um filme de terror. 
E não há quem precise te segurar, quando é você quem se segura sozinha. É isso que as inseguras precisam entender... É isso que eu preciso entender também.
Por medo arriscar, silenciei. Silenciamos. Porque nos inseguramos juntas, mulheres inseguras. E relembrando, que não somos loucas, possessivas, portadoras de ciume doentio. Somos inseguras e precisamos de alguém que segure isso pra gente sim! Mas precisamos principalmente, de aprender a segurar. 
E por insegurança de estar falando demais, eu paro por aqui. Não sinto que devo continuar. Eu acho que não devo, não mais. Aliás, qual é a insegura que sente certeza de alguma coisa? Eu não sinto. Mais uma vez: Eu não sinto. 

3 comentários:

  1. Esse texto foi escrito especialmente pra mim só pode ... Sou eu todinha.Muito lindo viu ? Aliás,todos os seus textos são lindos,te admiro muuuito *-* Beeijos

    ResponderExcluir
  2. Oi passando por aqui e deixando o link do último post, gostaria muito de uma opinião:
    http://asoonhadora.blogspot.com/2012/01/mais-sorrisos-opiniao.html
    Deus abençoe. Ótima semana!
    Gostaria que pudesse ir lá ver, cantinho de sonhos é um espaço onde publico textos de outros blogs, sua opinião ajudara bastante!

    ResponderExcluir
  3. como sempre arrasando nos posts e fazendo especialmente pra mim, porque né... rs' Lindo demais!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...