Menu

8 de mar de 2012

Mu-lher!


E se fosse pra viver em um mundo sem rosa, não me acostumaria a ficar no cinza. E se esses corações não fossem invadidos por tamanha delicadeza se acostumaria o mundo sem amor? 
Mulher. Se ao menos tivessem inventado formula concreta para entender, para ler os pensamentos e moldar os teus desejos, mulher....
Se ao menos conhecesse o inverso da emoção, e não fosse embora no meio de uma noite louca de paixão, por ser interrogativamente mulher. Seja dependente ou não. Mu-lher. Sem pausa. Sem começo, sem fim.
Mulher de alcançar de se esperar, de se recuar. Diversas das vezes de se abaixar, de se humilhar, mas inteligentemente de se exaltar.
Mulher, de emagrecer, de engordar e escurecer, sejam os cabelos ou os pensamentos. De clarear, quaisquer que sejam os sentimentos. Mulher, de se vulgarizar. Por que não?! De se falar, porque sim, enfim, mulher.
De alcançar, de se aliar. E de chorar, seja pelo mal feitos da vida. Sejam pelos homens mal feitos, por Deus. Mulher, de se questionar, por gargalhar e se apaixonar. Seja por impressionar, seja. Que seja, porque é. 
A natureza te fez sublime, encantadora ainda que os malditos três dias te faça assustadora, mulher... Se ao menos fossem só os sapatos que estivessem aos seus pés.

Texto de comemoração ao dia das mulheres. Parabéns, mulherada!

3 comentários:

  1. Fabuloso, tu escreve como quem faz isso a vida toda <3
    Linda!

    ResponderExcluir
  2. eu nao entendo essa parte.. se ao menos fossem os sapatos que estivessem aos seus pés.. me expica por favor!

    ResponderExcluir
  3. Ela quis dizer que além dos sapatos, há seres humanos nos pés das mulheres...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...