Menu

13 de mai de 2012

Que nos perdoem os solitários, mas o amor é fundamental.


Venho me cansando de falar sobre isso. Ao mundo devo estar parecendo uma tola apaixonada que vê corações em tomates. Que chora em filmes de ação. Que distraidamente derruba tudo que encontra pela frente. Vejo pessoas exaustas ao me ouvir insistir no mesmo assunto. Mas o que mais posso fazer? Sobre o que mais posso escrever se não sobre o ato mais gostoso - quando reciproco - da vida? Tentarei apenas ser breve, o mais explicativa possível. Que me perdoem os tímidos, só mais gostoso do que isso, é se expor e encher de atos obscenos em público. Ambos de total caráter implícito. Desavergonhados por amar. Laceados pelo simples fato de se apaixonar. 
O amor é a única coisa que eu vejo da mesma forma desde criança. Algo além do entendido, morador do patamar mais romântico das evoluções. Que me perdoem os desacreditados, mas acreditar já não é mais uma mera conquista para nós. É uma rotina. É um fato. É um filho que geramos. 
Que nos perdoem os diabéticos que se corroem por não degustar um doce que como forma de sobremesa te ofereço, na cama pós o almoço matinal meio louco que nos propusemos a experimentar, mesmo sendo ligados a regras e horários. Embora tendo total conhecimento dos milhares de empecilhos que possamos conhecer, eu tô contigo meu amor. Não abro, não fujo, não corro.
Que nos perdoem os desamados, desalmados, que nos desejam a infelicidade conjunta. E que a vida abençoe gritantemente, o que Deus abençoou. 
Prometendo não desafinar nas próximas canções, e deixando claro nessa nossa lista de observações que se caso a gente se separe, que seguidamente a gente volte. Deixou de ser um combinado e passou a ser uma ordem imposta por dois coração que agora agem naturalmente como um imã. E nos perdoem os desapaixonados, mas eu me apaixonei. Como sempre. Mas dessa vez, como nunca. E encerro mais uma faixa desse disco tão meu, tão meu pra você, que ignora vendas em lojas das diversas. Que nos perdoem os interessados, mas seremos nós dois os únicos ouvintes. 

6 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...