Menu

31 de out de 2012

Ausente.



Ele não foi embora... Ele só foi fazer xixi e logo mais ele volta. Como da outra vez...
Tem plena e sã consciência de que não assumo responsabilidade com nada nessa vida. Começo um livro e não termino. Prometo estudar e não cumpro, escondo o meu salário de mim mesma em um lugar onde eu possa ir correndo achar. É tarde demais para que ele tente fugir. Ele já me decifrou, ué. O nosso medo nos aproxima, sabe. E eu que inverto situações com tal frequência, me reverti inteirinha num soluço abandonado desse homem desesperado para que alguém ouça suas canções. Ele não é louco de fugir. Ele não é louco de fingir. Eu te o li todinho e recentemente fiz questão de reler. O nosso medo nos aproxima. E pouco importa aqueles dez minutos de conversa com outra mulher que tentava o levar pra cama. Eu ri de todas as mulheres que tentaram o conquistar depois de mim. A gente tenta esquecer, mas aí logo esquecemos que temos que esquecer. Porque lembrar é tão mais fácil. É tão mais prazeroso e me faz falar sozinha. E eu gosto de falar sozinha. E o que te importa, José? Ele é bobo. Ri atoa, é tão fácil de ser amado e me faz cócegas. Eu sei, ele não vai embora. Vai só beber uma água e depois volta. Porque mesmo não sendo tão bonita prendi o moço em um laço tão egoísta que automaticamente afastei e impedi que chegasse perto dele toda e qualquer descabelada que me aparece na tentativa de como eu, beijar o seu nariz. Mas é estranho. Um homem que canta não se acostumar com uma mulher que resolve todos os problemas dançando. Olha, eu não discordo, ou até discorde, mas não a ponto de não espera-lo. Ele disse que já volta... Só foi pegar uma bebida e já volta. Volta porque sabe que eu não sei sentir ciumes, não sei sentir raiva, na verdade  eu não sei fazer duas coisas ao mesmo tempo sem parecer ridícula. Eu não sou. Ele nunca disse que eu era e se disse, eu não ouvi. Mas enfim, não há como me deixar cair no esquecimento, mesmo que queira. Mesmo que saia do meu lado por trilhões de vezes, eu o acompanho. O aconselho a tirar os pés do chão porque sou cheia de quebrar copos e numa dessas ele pode se machucar, me machucar. Quanto a essa conduta da qual ele serve, nem me desperta o interesse. Amores mal vistos perante a razão. Mas lidar com tanta emoção é um desafio que o entrego em troca do qual ele me propôs: Andar de olhos fechados por horas e horas. Não abrir a boca por dias. Eu aceitei, porque sou boba, sou mulher. E mesmo quando ponho teus chinelos para correr abrir o portão, ainda sou mulher. E sou mais mulher ainda quando ao voltar percebo que ele já foi. Mas ele já volta, deve ter ido tomar um ar, procurar o par de chinelos que eu peguei mas já volta. E quando volta, pede desculpas e sem pensar duas vezes eu perdoo. Perdoo porque sou apaixonada por esse seu de se desculpar. 
Ele nunca vai embora, some por alguns dias só para que eu me acostume a ficar um pouco sozinha.
Mas é tudo culpa dessa minha mania egoísta e pouco auto-suficiente de querer manter exclusividade em tudo quanto é campo da vida dele. Me mimou um pouquinho e eu já gostei. Eu sou mulher e ele é o meu homem, ainda que tenha ficado até mais tarde no serviço, na faculdade, ainda é o meu homem. E eu gosto desse jeito, de que muda de opinião com uma simples ligação. Desse jeito do qual nunca vai embora. Jeito de quem pede baixinho para que eu procure outra pessoa para preencher esse vazio chato do qual ele e todos julguem que eu não mereça. Mas eu não quero. Eu com a faca e o queijo na mão, prefiro o requeijão. É que aí ele me vem com bombons e fica tudo certo. Eu passo uma tinta no cabelo, pinto as unhas de vermelho e o beijo de novo. 
 Ele não foi embora. De uma coisa eu sei: É quase certeza que ele não iria.

2 comentários:

  1. "Eu com a faca e o queijo na mão, prefiro o requeijão. É que aí ele me vem com bombons e fica tudo certo. Eu passo uma tinta no cabelo, pinto as unhas de vermelho e o beijo de novo" <3

    Adoro teu jeitinho de inventar mil mulheres em uma só! Não é à toa que todas se identificam com os teus textos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo seus comentários! Volte sempre, por favor.
      Beijos e muito obrigada!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...