Menu

15 de nov de 2012

Tô indo, tá?


Eu até ficaria, mas tenho milhares de coisas pra fazer e tal. E sabe, é perigoso nós dois tão perto, no mesmo lugar depois de tudo. Eu só quero ir para minha casa. Tomar um analgésico e dormir. Sabe, tá dolorido aqui dentro. Tá doendo. Dói mais ainda quando você aperta. Eu até ficaria, mas eu não quero errar de novo e nem quero deixar você errar. É como me mutilar, sabe? Você é um ogro. Eu odeio gente grossa. E você é um ogro!
Eu não cederia, nem que me implorasse. Já cedi uma vez. Já te obriguei a ceder. De nada nos valeu a experiência. Eu estou com sono. Você me dá sono. Você e seus assuntos desnecessários que dizem sempre a mesma coisa. Que só sabem insinuar o quão você é superior e o mesmo sem mim. Já esta anoitecendo, ogro. Mas eu prefiro ir embora sozinha. Nós dois juntos no mesmo caminho, depois de tudo, não vai dar certo. Eu não quero sair como culpada de novo.
Não admito sentir essa sensação de voar de pés no chão e enlouquecer em meio a multidão de normais quando eu fico. Já esta todo mundo comentando de novo, e eu odeio comentários repetitivos. Dizem que não sabemos ficar longe um do outro e essa é afirmação mais absurda que eu já ouvi. Eu só quero ir pra minha casa, ogro. Mas não no seu carro. Não com você. Eu já chamei um táxi  e antes que você pergunte, não! Eu não estou saindo com o taxista. E que eu me lembre, nem com você. Só vim porque esqueci minha blusa aqui na cadeira, outro dia. E porque você me deve alguns trocados. Que seja a ultima vez. E ainda que você lembre de mim, me esqueça. Ainda que eu nem precise pedir, me esqueça.
E eu não vou ao cinema com você. E nem aceito você me pagar um lanche. Você nunca gostou de cinema e nem de lanche. Foram só duas desculpas ridículas para evitar que eu te esquecesse. Só foi me ver com outro que moveu céus e terras para me reciclar. E olha, eu até ficaria, mas após relembrar as trajetórias e desordens desses longos três anos do qual você decorou minha vida como quem decora um bordel, eu tô indo. 
Ainda que suas mil fulanas à mando seu venham me provocar...
Se cuida, ogro.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...